Como ser feliz e trabalhar com o que gosta

Já se perguntou como ser feliz e ganhar dinheiro fazendo aquilo que gosta?

Neste post, irei falar sobre algumas mudanças em nosso comportamento que podem nos ajudar a alcançar a tão sonhada felicidade no trabalho e ter uma vida melhor. Preparado?

Não é preciso ser nenhum especialista no assunto para perceber a quantidade de pessoas que estão infelizes com o trabalho.

Pense rapidamente nos seus amigos ou família e veja como é fácil encontrar pessoas que dizem não estarem satisfeitas com o que fazem.

Quantas pessoas encontramos que nos falam que estão procurando um novo emprego ou que não sabem o que fazer da vida? Isso mesmo, várias!

Por muito tempo, estive nessa situação também. Mas uma pergunta não me saía da cabeça: será mesmo que nosso destino é ser infeliz com o trabalho?

A resposta para essa pergunta é: NÃO.

E a melhor parte é que descobrir o que gostamos de fazer ou o que falta para conseguir trabalhar com o que sonhamos não é difícil como parece.

Então, como ser feliz e trabalhar com o que gosta?

O primeiro passo para realmente ser feliz fazendo o que gosta são mudanças de postura e na forma de pensar sobre a vida e o trabalho.

Não estou falando de mudanças complicadas que requerem muito treinamento mas sim de coisas simples que qualquer pessoa consegue realizar e que farão com que as coisas sejam bem mais fáceis no futuro.

Continue lendo este post e contarei um pouco do que aprendi nessa jornada e como é possível sim ter a vida que você sempre sonhou.

Dinheiro não traz felicidade, mas te leva para sofrer em Paris

como ser feliz

Isso realmente é verdade. Ter dinheiro permite realizar muitas coisas: adquirir bens materiais, uma casa confortável, um bom carro e, inclusive, te levar para Paris.

Porém, qual a graça de estar sofrendo (com dinheiro) em Paris?

Dinheiro não traz felicidade e isso é um fato comprovado. Não acredita? Uma pesquisa da Harvard Business Review sobre os maiores arrependimentos na carreira revela que a resposta que ficou em primeiro lugar foi:

“Não deveria ter aceitado o trabalho pelo dinheiro.”

Em um primeiro momento, é ótimo finalmente ter o dinheiro necessário para pagar todas as contas no fim do mês.

Mas, a longo prazo, essa satisfação não se sustenta e começamos a nos perguntar sobre o real sentido de estarmos fazendo aquilo.

“Mas sem dinheiro, como vou conseguir pagar as contas?”

Isto também é verdade. Não estou dizendo que o dinheiro não é importante ou que você não deve se preocupar com ele.

A questão aqui é uma mudança de postura quanto à forma que lidamos com ele.

Nossa postura com o dinheiro é muito errada. Somos praticamente ensinados a vê-lo como a “solução” para nossos problemas. Com isso, acabamos dando a ele mais importância do que deveríamos.

Essa é talvez uma das lições mais importantes que aprendi até hoje: não ver o dinheiro como a finalidade do trabalho mas sim como a consequência de um bom trabalho.

Como ser feliz em um trabalho que você não gosta

Como ser feliz? Muitas vezes, estamos tão frustrados com o que acontece no trabalho que acabamos levando isso para outras áreas de nossas vidas.

Com isso, é normal esquecer que, ao sair da empresa no final do dia, ainda existe uma vida inteira fora dali. Família, amigos, hobbies e mais um tanto de coisa boa que a vida nos oferece.

Sei que as vezes é difícil fazer essa separação e impedir que o desânimo com o trabalho não afete nossa vida pessoal.

Mas que tal fazer o contrário?

No lugar de deixar a frustração com o trabalho lhe tirar o ânimo de fazer outras coisas, experimente deixar que as coisas boas da vida compensem pelos pontos negativos do trabalho.

Essa mudança de postura ajuda muito a entender que, mesmo que você não esteja no emprego dos seus sonhos, ele não é tudo que existe na vida.

Tem algum hobby ou atividade que você gosta? Invista mais tempo nisso para que a energia positiva do que te faz feliz contagie seu trabalho!

Isso, além de ajudar a conviver melhor com aquele trabalho chato, vai te ajudar a exercitar sua criatividade e a se envolver com coisas que lhe agradam.

Quem sabe até aparece uma oportunidade para trabalhar com o que gosta ou transformar esse passatempo em uma fonte de renda?

Quando fazemos o que gostamos, as pessoas reconhecem isso 😉

Uma excelente opção para pessoas que, assim como eu, tem uma necessidade de liberdade muito grande, é o empreendedorismo digital.

Além de permitir que você trabalhe com aquilo que ama, é possível começar nele com quase nenhum investimento e as possibilidades de crescimento são muito grandes!

No entanto, como ter mais tempo para correr atrás de seus sonhos com uma vida tão corrida?

Se você já se perguntou isso alguma vez, recomendo então que leia nosso post: 5 segredos sobre produtividade: por que ser multitarefa não vai te ajudar em nada?.

Manda quem pode, obedece quem precisa e muda quem tem juízo

como ser feliz

Li essa frase em um texto do Administrador e Coach, Jerônimo Mendes. Ela exemplifica muito o que vou dizer a seguir.

Aturamos um trabalho que não gostamos pela necessidade, mas só cabe a nós a iniciativa de mudar esta realidade.

Somos naturalmente resistentes a mudanças, alguns mais outros menos. Ao mesmo tempo, somos os únicos capazes de decidir mudar e ser feliz.

“Não é o mais forte da espécie que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o mais receptivo a mudanças.” Charles Darwin

Não está feliz com algo? Mude!

Não estou falando para chegar no trabalho amanhã e pedir demissão. Pode ser uma mudança de postura, de ponto de vista, de ambiente ou de setor.

Sabe aquela história de ver o copo meio cheio ou meio vazio? Então, avalie o local que você está hoje, o ambiente de trabalho, chefe, colegas, tudo relacionado ao que você faz. Agora,  tente ver isso com uma postura diferente. As chances de perceber que muita situação ruim está na forma como lidamos com elas é grande.

Tem horas que a frustração com o trabalho está tão acumulada que começamos a ver coisas onde não existe.

Esse exercício de percepção não irá, necessariamente, fazer com que seu trabalho se torne o melhor lugar do mundo. Mas com certeza irá tornar a sua convivência com ele muito mais fácil. Pelo menos, até você identificar o que está realmente faltando para você ser feliz com o que faz.

Não existe trabalho perfeito. Isso assusta um pouco, mas é verdade.

Por mais que você esteja em uma empresa ou trabalhando por conta própria com algo que goste, as coisas não serão uma maravilha 100% do tempo.

A grosso modo, é como um relacionamento com outra pessoa. Por mais que você goste dela, existem pontos que vocês discordam mas nem por isso a experiência é ruim.

Tenha compromisso com sua felicidade

como ser feliz

Por fim, faça da sua felicidade uma de suas prioridades. Em uma sessão com o Coach e amigo Ricardo Castanheira, escutei uma das frases que mais me fez refletir sobre minha vida.

“Para ser feliz você deve ter compromisso com isso”. Parece uma frase boba mas é uma das coisas mais certas que já ouvi.

Ninguém neste mundo nasceu para ser infeliz. Com o trabalho ou carreira, isso não é diferente.

Porém, se não tivermos compromisso com a nossa felicidade e realmente batalharmos para alcançá-la, não será uma outra pessoa que irá nos fazer encontrá-la.

Às vezes, a decisão de ir atrás de nosso desenvolvimento e realização pessoal decepciona as pessoas que amamos, pois isso sai do “tradicional” e acaba assustando.

Mas não desanime por causa disso.

Quando seus amados verem que está feliz com os resultados, a tendência é que passem a apoiar também.

Pense por outro lado, se você não correr atrás do que realmente irá te trazer realização as consequências serão só suas e não das pessoas que te falaram para não fazer isso ou aquilo. Veja neste post como lidar com a escolha de decepcionar quem você ama para ir em busca de seus sonhos.

Cursos, palestras, técnicas, consultorias ou livros, todas essas coisas são excelentes ferramentas para nos ajudar a alcançar nossos objetivos. Eu mesmo gosto e utilizo todas. Mas nenhuma delas terá efeito algum se você não se comprometer com seus sonhos.

Busque sempre ser feliz, tanto em seus pensamentos como em atitudes. Nós atraímos aquilo que buscamos.

Se todos os dias você fizer uma coisa a mais em busca daquilo que quer, todos os dias estará um passo mais perto de realizar seus sonhos.

Lembre-se, uma casa sempre começa a ser construída por sua fundação. Então, antes de mais nada, é necessário ter uma base sólida para alcançar seus objetivos.

No meu caso, isso começou com uma mudança de postura sobre minha vida e, principalmente, minha felicidade.

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.” Albert Einstein

Invista sempre em autoconhecimento e dedique tempo às coisas que você gosta.

Quanto mais você se conhecer, melhor será sua tomada de decisão e, consequentemente, suas possibilidades de acerto.

Saiba seus valores, objetivos, planeje onde quer chegar e dê um passo de cada vez.

Já tomou a decisão de ser feliz mas não sabe como começar a se planejar para isso?

Baixe agora nossa planilha GRATUITA de Planejamento de Objetivos e Metas.

Crédito das imagens: pixabay.com

Comentários